sábado, 29 de agosto de 2015

Dos assuntos a respeito do impossível e do improvável.

A religião do Mundofeliz entende que já existe assunro sudiciente no conhecimento secular para que,  atendo-se a isso publicamente, possibilitar horas de instrução para a construção do Mundofeliz na Terra. E por isso nas igrejas não há proselitismos ou doutrinações a respeito de assuntos que são improváveis, e até mesmo impossíveis para demonstração ou produção de  evidência científica. No entanto, a igreja não é ateísta, e sim democrática, podendo o membro ter crenças pessoais, e as igrejas terem um deus eleito, que pode ser "cômico" , "trágico", ou "tragicômica".
"Cômico": o deus é fictício e parodia a crença. A Igreja é "Infiel" e "Irônica".( todos os itens representam a maioria de uma eleição, e não um pensamento totalitário )
"Trágico"- o deus é considerado real. A Igreja ´w "Fiel" e "Verdadeira".
"Tragicômica"- o deus escolhido é tido como real por uma grande parte e fictício também por uma parte significativa. (o deus eleito tem que vencer no primeiro turno pra igreja ser considerada inteiramente trágica ou cômica) Se 100% for pra um lado apenas, a Igreja sofre uma auditoria. O pensamento absolutista ideal é tabu, pois sempre impede a democracia  real e a liberdade fundamental do ser humano.
As Igrejas de maioria ateísta santa também podem eleger nada como deus, tais Igrejas Infiéis ostentam a palavra Nada, no idioma local.
 O deus eleito não pode ser zoado na jurisdição que o elege pelos infiéis santos ateus, todos os não eleitos podem ser zoados, e não ligam , pois serve como propaganda para a próxima eleição. O deus eleito tem uma oração e um hino por reunião. Os não eleitos ganham a zoeira.
 Onde Nada for o deus eleito, a zoeira é livre, pois nada não pode ser zoado, nem é louvado ou receberá orações, já que orações e cânticos não podem ir para o nada, indo sempre ir parar nos ouvidos de alguém. Assim, onde Nada é deus, ao invés  de louvor, haverá um momento de silêncio. E zoeira cobrindo todo tempo restante até a próxima parte da liturgia. Até a própria eleição.
 A existência de deuses elegíveis também é razão suficiente para a recomendação de que nas células onde existir nas liturgias das células, preleções sobre os deuses de célula eleitos, e também debates sobre as coisas improváveis e impossíveis para a ciência, com mente aberta e respeito pelo deus eleito, e liberdade e  zoeira para os deuses não eleitos.
É sempre permitido falar sobre outros deuses, mas eles poderão ser zoados.
E os ateus santos devem dar este espaço aos santos teístas em suas células infiéis, mesmo nas onde nada for eleito.
Ninguém será censurado em sua apologia ou zoeira sobre as coisas impossíveis ou improváveis. As pessoas tem direito aos seus pensamentos e imaginações e a sua expressão. Seja em coisas lógicas mas incompreensíveis a maioria , ou loucuras plenas mas inofensivas, em forma de fé ou paranóia , reconhecida ou não. Mas nenhum dano atravéz delas será tolerado no Mundofeliz. E os portadores de más crenças , ou más idéias podem ser considerados Mundofudido e sofrer boicote. O Mundofudido é a contra-utopia possível que tenta impedir a implementação do Mundofeliz na Terra, e que está espalhado entre os seres humanos mundofudocos que só querem fuder o mundo, as pessoas e os animais. (O Mundofudido também tem considerções impossíveis e improváveis que podem ser tratadas e zoadas nas célullas como mal, e ou teoria de conspiração).
Essas recomendações são internacionais para a boa convivência com liberdade do Mundofeliz na Terra, para que não hajam guerras ideológicas ou religiosas nas células, Igrejas , e suas jurisdições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário